Cinco desdentados que não teriam espaço no São Paulo

 

Carlos Miguel Aidar causou polêmica em entrevista. Foto: Sérgio Barzaghi/GazetaPress

Carlos Miguel Aidar causou polêmica em entrevista. Foto: Sérgio Barzaghi/GazetaPress

O presidente eleito no mês de abril — substituindo o folclórico Juvenal Juvêncio — Carlos Miguel Aidar já começou bem o mandato e deu uma declaração no minimo polêmica. Questionado sobre a possível volta de Kaká, meia do Milan, ao tricolor do Morumbi onde começou  a carreira, o mandatário declarou: Gostaria muito de ter Kaká de volta. Tem a cara do São Paulo, alfabetizado, tem todos os dentes na boca, fala bem, joga bem, faz gols, mas não tem como competir com os árabes e os chineses. Se der pra trazer, esse é um jogador que cai feito uma luva no São Paulo”, disse Aidar.

Então, o Futebol Curioso traz alguns atletas que o Carlos Miguel Aidar não contrataria para reforçar o São Paulo na temporada 2014.

 

David

David Hopkin (Escócia)

Sem os dentes da frente, Hopkin acumulou passagens por Leeds, Chelsea, Crystal Palace, Bradford City. Pela seleção escocesa, fez dois gols em sete jogos.

 

 

 

 

Jim Leighton of Scotland shouts instructions to his defenceJim Leighton (Escócia)

Leighton é mais um representante escocês no time dos ‘sem dentes’. O goleiro ficou famoso por participar da Copa de 1998. E também pelos poucos dentes. Jim teve passagens por Arsenal, Shieffield e Manchester United.

 

 

NobbyNobby Stiles (Inglaterra)

Nem a falta dos dentes da frente impediu Stiles de ajudar a Inglaterra a faturar seu único título mundial, em 1966. O jogador atuou em 311 jogos no Manchester e também no Middlesbrough.

 

 

MilaRoger Milla (Camarões)

O mais famoso do time dos desdentados. Ídolo do futebol camaronês, Milla disputou a Copa de 1982 sem um dos dentes. O irreverente atacante nem sequer ficou acanhado ao ser fotografado. Roger atuou por Valenciennes, Monaco, Bastia, Saint-Étienne, Montpellier. E foi no mundial dos Estados Unidos, em 1994, que ele entraria de vez para a história das Copas, mais especificamente para as estatísticas do torneio; tornou-se, aos 42 anos de idade, o mais velho atleta a disputar a competição, quebrando a marca do norte-irlandês Pat Jennings. Aos 42 anos e 39 dias, idade em que tinha na última partida de Camarões, superou a própria marca que tivera no mundial anterior, estabelecendo-se como mais velho também a marcar: foi dele o “gol de honra” da goleada de 1 x 6 que o país sofreu da Rússia..

 

MoeneebMoeneeb Josephs (África do Sul)

Josephs teve que substituir o suspenso Khune na derrota da África do Sul por 3 x 0 para o Uruguai, na Copa de 2010. Dos selecionados, é o único ainda em atividade: atua pelo sul-africano Bidvest Wits. Ao todo, Moeneeb tem 22 jogos com a camisa da África do Sul.

 

 

Fonte: Placar e Ogol.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s